NOTÍCIAS - ESTRADA

Data de Publicação: 08/03/2018.

Com entrada gratuita, Mundial de Paraciclismo de Pista revive sucesso dos Jogos Rio 2016

Evento reunirá mais de 170 atletas de 22 a 25 de março no Velódromo do Parque Olímpico da Barra. Portões serão abertos todos os dias às 9h

Velódromo do Rio de Janeiro
Crédito: Divulgação

Os Jogos Paralímpicos Rio 2016 foram um sucesso de público, principalmente porque muitas pessoas tiveram contato pela primeira vez com alguns dos esportes. E quem acompanhou e vibrou com as provas de paraciclismo, terá mais uma oportunidade de reviver as emoções dos Jogos no Mundial de Paraciclismo de Pista que será realizado no mesmo palco, o Velódromo do Parque Olímpico da Barra, de 22 a 25 de março. Os portões do local serão abertos às 09h e a entrada é totalmente gratuita.

"Não temos dúvidas de que o nível de organização e, é claro, de emoção vai ser os mesmos. O público que comparecer ao Velódromo poderá vibrar muito com a equipe brasileira e também com os grandes astros do esporte como os medalhistas australianos Alistair Donohoe e David Nicholas, o americano Joseph Berenyi, o sueco Jorgen Gustafsson, a holandesa Alyda Norbruis e, é claro, o brasileiro Lauro Chaman", disse Edilson Rocha, o Tubiba, organizador da competição.

Mais de 170 atletas (quase 240 contando com os pilotos da categoria tandem que não tem deficiência) de 30 países irão disputar as 114 medalhas da competição. O Mundial de Paraciclismo de Pista é dividido em seis categorias, sendo uma para baixa visão e cegos (Tandem) e outras cinco para diferentes graus de deficiência físico-motoras e amputados (C1 a C5), no masculino e no feminino. Além disso, há uma prova em que paratletas de diferentes classes formam uma equipe.

A delegação brasileira está entre as maiores do Mundial, ocupando, mais especificamente, a oitava colocação em tamanho. As maiores são da Grã-Bretanha (22 competidores), Estados Unidos (18), Austrália (16), Rússia (14), Irlanda (13), China (12) e Espanha (12) com Malásia (10) e Argentina, Holanda e Nova Zelândia, todas com 9, fechando o top 10.

O Mundial de Paraciclismo de Pista Rio 2018, o único da modalidade a ser disputado no Brasil, ganha ainda mais importância por ser a primeira grande competição a contar pontos para o ranking que selecionará os participantes dos Jogos Paralímpicos Tóquio 2020. O Paraciclismo é o terceiro esporte que mais distribui medalhas em Jogos Paralímpicos, atrás apenas do Atletismo e da Natação.

Assessoria de Comunicação - CBC

Telefone: (61) 3585.1051 | (61) 9123.2218 
E-mail: imprensa@cbc.esp.br 
Curta a página da CBC no Facebook
Assista aos nossos vídeos no Youtube Canal Oficial da CBC

 


 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - ESTRADA

VER TODAS