NOTÍCIAS - PARACICLISMO

Data de Publicação: 23/03/2018.

Brasileiros mostram evolução no segundo dia do Campeonato Mundial de Paraciclismo de Pista

Dupla formada por Taise Benato e Marcia Fanhani foi um dos destaques da seleção brasileira nesta sexta-feira

Marcia Fanhani e Taise Benato
Crédito: Fernando Maia/MPIX/CPB

Os atletas da seleção brasileira de paraciclismo mostraram evolução e muita garra durante o segundo dia de competição no Campeonato Mundial de Paraciclismo de Pista, disputado no Velódromo do Parque Olímpico do Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca. A competição segue até o próximo domingo e tem entrada gratuita.

A dupla brasileira da Tandem, formada pelas ciclistas Marcia Fanhani e Taise Benato (Piloto), terminaram o dia como um dos destaques da seleção. As atletas disputaram a prova de Perseguição Individual e finalizaram a corrida classificatória na sexta colocação, com o tempo de 3min50s186. O resultado, 20 segundos mais rápido do que o tempo feito na Rio 2016, foi visto com muita alegria pela delegação.

“É um resultado de todo o trabalho que está sendo desenvolvido no Paraciclismo brasileiro. Apesar de não ter conseguido avançar para a disputa de medalhas, terminamos a prova na sexta posição e ainda vinte segundos mais rápidos do que o tempo marcado nos Jogos. Essa evolução é muito importante para as atletas se sentirem confiantes e cada vez mais próximas da disputa por medalhas”, declarou Claudio Civatti, técnico da seleção.

Para Marcia Fanhani, mais importante do que vencer é enxergar a evolução dentro da pista e o crescimento da modalidade em todas as categorias.

“Fizemos uma prova muito consistente, com a consciência que estaríamos competindo contra as melhores do mundo. Participar do Mundial já está sendo uma experiência única, mas estou muito feliz pelo tempo que fizemos e também por estar percebendo um forte crescimento da nossa modalidade”, destacou Marcia, que é deficiente visual.

Os atletas Marcelo Lemos e Christian Novello (Piloto) terminaram a prova de perseguição individual da Tandem na 13ª colocação. Já no 1km contrarrelógio da categoria C1 masculino, a seleção competiu com Carlos Soares, que terminou na 11ª colocação. Fabio Lucato, da categoria C3, finalizou a prova do 1km contrarrelógio na 16ª posição.

Programação 

Neste sábado (24), a sessão da manhã será aberta, a partir das 10h. Lauro Chaman disputa medalhas na prova de Perseguição Individual (4km) da categoria C5, enquanto Soelito Gohr faz a prova de Scratch. Na prova contrarrelógio da Tandem, a seleção participa com Marcia Fanhani e Taise Benato (Tandem) e Marcelo Andrade e Marcos Novello (Piloto).

O Paraciclismo é o terceiro esporte no ranking dos que mais dão medalhas em Jogos Paralímpicos, atrás apenas do atletismo e da natação. O Mundial é composto por três provas em cada umas das categorias – Tandem (para cegos), C1, C2, C3, C4 e C5 (para pessoas com deficiências físico-motoras e amputados) tanto no masculino quanto no feminino. Além disso, há uma prova de Sprint com equipes mistas.

O Mundial de Paraciclismo de Pista é uma realização da CBC, com suporte da Agência de Legado Olímpico (AGLO), do Ministério do Esporte e do Comitê Paralímpico Brasileiro.

Assessoria de Comunicação - CBC

Telefone: (61) 3585.1051 | (61) 9123.2218 
E-mail: imprensa@cbc.esp.br 
Curta a página da CBC no Facebook
Assista aos nossos vídeos no Youtube Canal Oficial da CBC

 


 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - PARACICLISMO

VER TODAS
Marcelo Andrade e Marcos Novello (Piloto)
Crédito: Fernando Maia/MPIX/CPB
Carlos Alberto
Crédito: Marco Antonio Teixeira/MPIX/CPB