NOTÍCIAS - pista

Data de Publicação: 31/07/2015.

Trio medalhista no Pan de Toronto brilha na grande final da prova mais rápida do Brasileiro de Ciclismo de Pista - Elite 2015

Após uma bela disputa, Kacio Freitas sagrou-se campeão com Hugo Osteti e Flavio Cipriano completando o pódio. A competição encerra no domingo (2)


Velocidade IndividualCrédito: Thiago Lemos/CBC
A cidade de Maringá mostrou nesta sexta-feira (31) porque é um dos principais polos do ciclismo nacional, com a população comparecendo em peso ao Velódromo para prestigiar o Campeonato Brasileiro de Pista - Elite 2015. Os fãs aplaudiram de pé os melhores atletas do país e ainda assistiram uma das disputas mais emocionantes desde o início da competição, na quarta-feira (29). Flávio Cipriano, Kacio Freitas e Hugo Osteti, que recentemente conquistaram a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Toronto/2015 na prova de perseguição por equipes, foram os grandes protagonistas da Prova de Velocidade Individual masculina. 
Nas eliminatórias, o trio, junto com Fernando Sikora, também integrante da seleção, demonstrou que está em sua melhor fase na temporada, resultado que comprova o bom encaminhamento do Projeto Intercâmbio da CBC, que tem patrocínio da Caixa Econômica Federal. Após um longo período de treinamentos no Centro Mundial de Ciclismo da UCI na Suíça, com os melhores profissionais da modalidade, o quarteto pôde aprimorar suas habilidades e fez uma preparação forte para os principais desafios de 2015. A grande final não poderia ter sido mais imprevisível, com os atletas da seleção brigando roda a roda pelo título. Melhor para Kacio Freitas, que sagrou-se campeão brasileiro, seguido por Hugo Osteti, prata, e Flavio Cipriano, representante da Equipe de Ciclismo de Taubaté, bronze. Fernando Sikora acabou na quarta colocação. 
"Treinamos juntos há um ano, sabemos como um arremata, como o outro parte, e estamos fazendo um bom trabalho com a seleção. Sem toda essa preparação adquirida no Projeto Intercâmbio não estaríamos em um nível tão elevado e equilibrado. Realmente fez toda diferença", contou o campeão.
No feminino, quem brilhou foi Sumaia Ali (Associação Atlética Desportiva/São Bernardo do Campo), que apresentou muita consistência e técnica em todas etapas classificatórias e na final foi coroada com o título nacional. Completaram o pódio Viviane dos Santos (Smel/Araçatuba/Vzan), segunda colocada, e Alice Tamirys Melo (Clube Maringaense de Ciclismo), terceira. 
Velocidade Individual femininoCrédito: Thiago Lemos/CBC
"Não estava muito bem no ano passado, então trabalhei mais velocidade e o retorno às pistas. Sabia que as meninas iam retornar de uma competição forte, como é o Pan, então me preparei pra chegar firme e brigar por um lugar no pódio. Estou muito satisfeita pois o objetivo foi cumprido, e com um ouro é melhor ainda. Agora é seguir assim para ter um bom resultado nas próximas provas", afirmou Sumaia, que neste fim de semana briga pelo bicampeonato no Keirin, além de competir nos 500m Contra-Relógio e Scratch.
Ciclistas desafiam sua resistência na Omnium
Uma das provas mais difíceis do Brasileiro de Pista certamente é a Omnium. São seis corridas (Scratch, Perseguição Individual, Eliminação, 1km Contra-Relógio, Flying Lap e Prova Por Pontos), 3 provas por dia. Vence quem somar mais pontos após as 6 disputas. 
Em Maringá, Franklin Martins e Thiago Nardin estão brigando ponto a ponto pela primeira colocação. Após três provas Nardin é o líder geral com 116 pontos, seguido de perto por Frankling com 114 pontos. Neste sábado acontecem as três decisivas provas da Omnium. Também estão bem na disputa Rafael Pattero, Robson Dias e Ricardo Matos. No feminino, Daniela Lionço (Team Osasco) está correndo muito bem e conquistou a ponta da classificação geral (116 pontos). Logo após vem a dupla Cristiane Pereira (Carrefour/São José dos Campos), 110 pontos, e Danilas Santos (Velo/Seme Rio Claro), 108 pontos. 
Paraciclismo
O Paraciclismo também teve destaque nesta sexta-feira (31). Na prova de 1km Contra-Relógio, Johnatan Santos faturou a medalha de ouro na categoria C5, cruzando a linha de chegada em 1min11s730, seguido de perto por André Luis Candido, 1min16s500, e Diego Santana, 1min18s196. Nas categorias C3 E C2, Célio Rafael (Clube Maringaense de Ciclismo) fez a alegria da torcida local subindo ao pódio em primeiro lugar. Entre as mulheres, destaque para Telma Bueno que levou o título para o ECT Taubaté vencendo na categoria C5. 
Pódio da C5 no ParaciclismoCrédito: Thiago Lemos/CBC
"É uma prova que tem mais a minha característica, uma prova de explosão. Não tenho palavras pra descrever esse momento, estar levando uma medalha pra casa. Não tem esse tipo de pista na minha cidade então pra mim está sendo tudo maravilhoso. Ver a nata do ciclismo nacional reunida e vários amigos é muito bom", disse Johnatan, que também havia levado o ouro na prova de perseguição individual no dia anterior. 
 
Classificação completa desta sexta (31/07): http://goo.gl/YOiQ7u
 
ASSESSORIA DE IMPRENSACONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO

Assessoria de Comunicação - CBC

Telefone: (61) 3585.1051 | (61) 9123.2218 
E-mail: imprensa@cbc.esp.br 
Curta a página da CBC no Facebook
Assista aos nossos vídeos no Youtube Canal Oficial da CBC

 


 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - pista

VER TODAS